Franchising brasileiro: as 5 maiores dúvidas sobre esse mercado

Muitos brasileiros pensam em ter um negócio próprio ou, ainda, expandir a quantidade e a categoria dos negócios que já possui. Uma das modalidades que apresentam o maior nível de procura é a de franquias. O franchising brasileiro tem crescido de forma considerável, o que atrai cada vez mais pessoas.

Porém, assim como em qualquer tipo de negócio, entrar no universo do franchising brasileiro requer reflexões aprofundadas e, sobretudo, muita pesquisa e coleta de informações.

Pensando nisso, ao longo deste artigo, apresentamos respostas pertinentes a algumas das principais dúvidas acerca do tema. Descubra!

1. Qual é o investimento necessário para montar uma franquia?

Esse é um dos principais aspectos a serem pesquisados pelo empreendedor. A abertura de uma franquia envolve uma série de custos relacionados a, por exemplo, equipamentos, ponto comercial, instalações, materiais, taxa de franquia etc.

O valor a ser investido em uma franquia e no próprio desenvolvimento do negócio costuma ser alto. Há os gastos iniciais para a aquisição da franquia, custos de instalação, gastos da pré-operação, despesas de manutenção do empreendimento e os custos totais.

2. Quanto é o faturamento médio?

Um aspecto essencial a descobrir é a média de faturamento da franquia em questão e, obviamente, qual a margem de lucro líquido passível de ser obtida. Isso indica a rentabilidade do negócio. A título de informação, é razoável esperar um lucro que, inicialmente, varie entre 10% e 15% em cima do faturamento.

3. Qual é a duração do contrato?

Um contrato estabelecido entre a franquia e o franqueado tende a durar por volta de 5 anos, podendo ser renovado ao final desse período. Ao longo de sua duração, o franqueado deve conseguir obter retorno sobre o investimento feito e, ainda, lucrar razoavelmente com isso.

É preciso atentar também quanto às taxas de renovação. Há franquias que não cobram nada, outras que fazem abatimento no valor, e algumas ainda que cobram todas as tarifas novamente.

4. Como é o perfil ideal do franqueado?

Primeiramente, o franqueado necessita ter afinidade com o ramo de atuação da franquia escolhida. Além disso, é preciso que ele demonstre vigor, energia e disposição para gerir a unidade.

Autoconhecimento profissional, nesse contexto, é indispensável. Imagine ficar 5 anos em um negócio sem gostar do tipo de atividade e nem ter as competências necessárias para administrá-lo?

5. Quais são os atributos do ponto comercial perfeito?

O ponto comercial é um dos elementos-chave para o sucesso de uma franquia. O local deve ter um fluxo propício de pessoas, um perfil de público que se encaixe nessa modalidade de consumo, renda, entre outros.

Uma franquia pode ser muito famosa e reconhecida pelo país afora, mas se a cidade e o ponto escolhido não tiverem um bom fluxo de pessoas, não haverá lucros. Consequentemente, o franqueado pode ficar no prejuízo e não conseguir renovar a franquia.

O franchising brasileiro é, de fato, uma excelente opção de negócios, sobretudo para quem não quer arriscar a montar um empreendimento do zero. No entanto, é necessário ter cautela e munir-se de informações antes de qualquer investimento.

Se você gostou do nosso artigo, não perca a oportunidade de se aprofundar ainda mais nesse assunto e aproveite para aprender a analisar o retorno de uma franquia!

Maria Júlia

Consultora de Relacionamento do Grupo Studio